26 abril, 2010

Mas se você analisar atentamente.

Quando todos os argumentos forem perdidos, o pessimista vai ser o único a tirar um "brightside" das desgraças.
- Hahaha, viram só? Não disse?

25 abril, 2010

Total ausência de política social nos formigueiros.

Preocupante é a situação das formigas. No verão, elas têm a responsabilidade de sair em busca de alimentos para a estocagem de inverno. É um trabalho árduo, diria. Nunca fiz nada próximo disso. Talvez no final de semana anterior a esse, quando choveu demais, estoquei números de restaurantes delivery caso ocorresse alguma emergência como fome. Sem sucesso.
Mas as formigas, bem, as formigas saem por tenebrosos caminhos acumulando o que comer quando se deparam com as residências. Ah, as cozinhas são o sonho de toda formiga na terra. Elas não se intimidam e atacam cada armário, cada pote de coisas. E então, muito provavelmente elas ficarão diante do açucareiro e seus pequenos olhinhos de formiga brilharão como brilham os olhos de um alcoólatra diante de um barril de cerveja. E elas chafurdam ali e de lá nunca mais saem, deixando para trás família e obrigações sociais.
Comentam que o vício no açúcar é o maior mal que aflige a sociedade de formigas atualmente. "Diga não ao açúcar!", muitas bradam enquanto cadáveres de pequeninas bóiam no café que adoço para essa deliciosa tarde de domingo.

24 abril, 2010

Relacionamentos não são feitos para durar.

Alguns só pareceram eternos porque um dos envolvidos morreu antes de confessar que estava tendo um caso com a(o) vizinha(o). Vai por mim.

23 abril, 2010

Conceituando: aniversário de um ano de criança.

Adultos reunidos para comemorar a capacidade de possuir uma planta em casa após terem conseguido fazer uma criança sobreviver a eles.

22 abril, 2010

Confessa que tudo é bloqueado por vergonha, né?

A crise não se instaura quando os pais se apaixonam pela internet e resolvem criar suas contas em sites por ai. Não, amigos. Problema de verdade nasce quando eles descobrem a magia que existe por trás de googlear o seu nome. Googlear o meu, por exemplo, nunca acrescentou qualquer informação positiva à humanidade.

Dando nome aos bois.

Um provável nome seria Ringo, porque se ele for tão pouco talentoso quanto a mãe, que pelo menos seja um cara de muita sorte, não é mesmo?

21 abril, 2010

História real III.

Cara se masturba entre uma rodada e outra de certo jogo de vídeo-game para não perder a vez na partida. Sentiu-se aliviado e realizado quando a mulher arranjou um amante.

História real II.

Gerente de banco pede o divórcio após quatro meses de casamento por ver a esposa fazendo suas necessidades fisiológicas com a porta do banheiro aberta. Só consegue se enfiar em relacionamentos casuais desde então.

20 abril, 2010

Conceituando: Gravidez.

Período de distúrbio alimentar e elevação diversificada de hormônios a níveis tóxicos, causando erros cognitivos nos âmbitos sócio-psico-fisiológico do indivíduo do sexo feminino portador da patologia; descartando-se, no entanto, a administração de álcool como o eficaz tratamento popularmente conhecido por "beber para afogar as mágoas". Grande probabilidade de expelimento de um ou mais bebês no final do processo.

19 abril, 2010

Conceituando: Puberdade.

Aquela idade transitória dos meninos percebendo a necessidade (mas ainda não tirando muito bem o proveito) de escutar o papo chato das meninas.

18 abril, 2010

Se vê, ninguém precisa contar.

É assim o lance da proximidade. Você acha um bando de gente OK, convive com eles e isso não lhe causa nenhuma produção extra de neurotransmissores. De repente, um elemento OK escuta as suas pitangas e concorda com todos-os-seus-pontos-de-vista (lhe dando um motivante puxão-de-orelha entre uma desanimada e outra). Pronto. Aquele subiu ao patamar de irmão de sangue e espírito que você precisa ver e conversar sempre, sempre, sempre que possível.

17 abril, 2010

História real I.

Menino de quatro anos escondia os DVDs pornôs do tio dentro das capas dos seus infantis para assistí-los quando nenhum adulto estivesse nas proximidades. Chorou quando descoberto.

16 abril, 2010

Way of life, viu?

- Tentar não ser pedante acaba com o meu ego, amigo.

Num perfil por aí.

Esse negócio de se auto-intitular ácido, irônico, sarcástico é um tanto broxante, não? Essa aboutmemização do mundo em geral, aliás.

15 abril, 2010

João, te ligam!

Cada ônibus da cidade equipado com um aparelho GPS. Mensagem SMS informando quantos minutos levará para que o ônibus da minha preferência chegue ao ponto especificado numa requisição também via telefonia celular. Por esse serviço eu investiria uns tostões. Para saber como é o beijo do meu signo, jamais. Obrigada.

Lição número um da tia Maricotinha.

Gente pra gostar das mesmas bandas, filmes e piadas que você existem aos litros - basta olhar na tal da internet. Não é muito difícil curtir o que todo mundo que lê os mesmos blogs anda curtindo. Então, não força, isso não é motivo pra amor.

Tendência mesmo.

Ah, essa juventude idealista de hoje, que acredita que ligar os alto-falantes do celular para que todos no ônibus possam escutar pagode é o equivalente a fazer um grande bem a humanidade.

Cenas raras.

- Oi, amigo. Vou querer a pepperoni e pra beber, uma Pepsi.
- Desculpa, Coca-Cola. Só temos Coca, tudo bem?
- Hmm. Não, traz um suco então...

12 abril, 2010

Um abraço pra você que (#2)

Vai com todos os objetos metálicos da sua casa para o banco. TODOS.

Um abraço pra você que (#1).

Aguarda por séculos que o semáforo feche porque não pressionou aquele mecanismo chamado botão para pedestre por medo da gripe A.

10 abril, 2010

A fé na humanidade começa aqui.

Relaxa, boba, é lógico que teu homem vai querer algo mais sério. Quando ficar gordo, caquético e sem esperança, ele vai pedir a tua mão. Não desespere como ele, que ainda vai chegar naquela fase de acreditar que só uma aliança na mão esquerda atrairá outras mulheres que não você. Tenha fé.

09 abril, 2010

Como salvar seu casamento.

Você ganha o dia quando recebe um elogio bem antes de colocar a maquiagem.
- Bom dia. Nossa, está linda hoje. Sem aquela cara de traveco...

Ah, o amor.

05 abril, 2010

Vai que é certeza.

A palavra "moderno(a)" é tão ultrapassada quanto "futurista". "Contemporâneo(a)", é afetada. E "arrojado(a)" é de uso exclusivo de publicitários.

04 abril, 2010

E na bunada.

Minha família é católica daqueles católicos que acreditam em tudo um pouco. De coisas como "um tanto de espiritismo também". E a cabeça ferve imaginando como eles conseguem fazer essa aeróbica ideológica de acreditar em ressurreição e reencarnação num mesmo pacote. Então, suponho que a coisa funcione mais ou menos assim:
- E ai? Beleza? Chegamos para pedir mais uns favorzinhos... Se for milagre, um tanto melhor.
- Ok, vou dar uma olhada em algum santo que esteja com a pauta livre. Mas fora isso, hoje estão a fim de acreditar completamente naquele meu papo de vida eterna, heim? Heim?
- Aham, Jesus, senta lá.

Vem cá, deixa ensinar como usa a camisinha.

A grávida desequilibrada procura tratamento e o psiquiatra só consegue pensar, olhando a barriga da outra, "mais um cliente em breve".

03 abril, 2010

A história de um homem aí.

Sempre achei que ela só era feia pelo excesso de maquiagem. Que todo aquele creme, pó, cor e coisas que ela passava na cara escondiam um rosto bonito de verdade. Não comentava nada. Deixava ela se iludir que a tralha a fazia linda. Porque eu sabia que um dia a gente ia casar e ela largaria de mão os cuidados. Sabia que por trás daquele monstro maquiado existia beleza natural. Então, casamos. Ou como se diz, paguei pra ver. E vi. Certa noite, depois do trabalho, cheguei em casa e ela já estava por lá, largada no sofá, com a cara lavada. E não era gata, não. Meu amigo, ela era uma baranga mesmo.

Estraga prazer.

Ah, não, eu sou muito careta pra MTV. Sabe, aquela velha chata que fica reclamando de tudo. Bem isso. Vendo aquele povo todo que não apanhou da mãe na idade certa, entende? Gente que passa uma fome, viu? Uns senhores, sei lá, se contorcendo em danças estranhas, tentando competir com umas crianças que sairam ontem do berçário. Não, não, isso não parece certo. E fazem uns barulhos. E bebem até o fígado escorrer pelas narinas. Isso eu acho engraçado. Mas é muito menino-do-buchão, percebe? "Tá, filhinho, mamãe sabe que você é um alcoólatra, agora desculpa por ter me visto com o seu pai aquela noite...?".

02 abril, 2010

Ele volta como coelho no terceiro dia.

A escolha de uma religião é algo pessoal. Portanto, me interessam aquelas com maior número de feriados e menor uso compulsório de roupas no verão.

01 abril, 2010

Isso, vai.

Cria uma série de contas na internet pro teu filho recém-nascido e mata ele de vergonha desde então.