17 junho, 2011

E o desabafo do dia vai para.

Meu medo de viagens de avião é tão grande que a última coisa que desejo assistir num comercial de TV são os mecânicos da GOL interagindo com aviãozinho de brinquedo e não prestando a devida atenção ao serviço.

13 junho, 2011

Conversas de bar.

- Queria morar nesse bairro.
- Nesse bairro caro?
- É, nesse bairro.
- Vamos fazer!
- Sim, vamos... só precisamos de dinheiro...
- Dinheiro? Eu posso fazer isso.
- Pode?
- Sim! Dinheiro é possível. Olhe a sua volta, dinheiro é real. Está por todos os lados, é de verdade, é só dinheiro, nada demais... Não é, tipo assim, um unicórnio.

10 junho, 2011

Bor-bo-le-tas.

Borboletas tiram a credibilidade das coisas bonitas.
Uma foto, uma paisagem, uma ilustração qualquer.
Tá tudo muito lindo até que alguém resolve enquadrar alguma borboleta.

03 junho, 2011

Documentando.

Então fui fazer novo RG e respondi uma série de perguntas do tipo: "possui alguma cicatriz? onde? para identificação..." Me senti praticamente no IML.

---

E a assinatura é escrita sobre um scanner e impressa diretamente no documento. A letra sai tão tremida e irregular que não sei qual o intuito de tê-la no RG. Pra efeito de comparação? Só vou conseguir emular outra daquela quando estiver sob efeito de entorpecentes.

01 junho, 2011

Odeio flores.

Dia desses eu precisava desenhar uma página e o briefing me pedia flores. Nem sei se estava ficando ou não bom. Perdi horas procurando uma solução que não fosse a pedida pelo atendimento - mesmo sabendo que não seria aprovada - tudo porque flores e paisagens bonitas praticamente se tornaram patente das empresas funerárias.